HOME
QUEM SOMOS
RESULTADOS
CADASTRO
NOTICIAS
CONTATO


3º Marchador da Serra arrecada mais de R$ 345 mil e fideliza público da Expoagro/AL
2019-11-01 14:30:14

3º Marchador da Serra arrecada mais de R$ 345 mil e  fideliza público da Expoagro/AL

O Leilão  Marchador da Serra, realizado nessa quarta-feira,30, pelo Rancho das Palmeiras, Haras Albran e Monteiro, foi o primeiro remate a céu aberto da Expoagro Alagoas, atraindo olhares de criadores e público visitante. A venda de 34 lotes da raça mangalarga marchador gerou a receita de R$ R$345.380,00.

A tropa contou  com 23 machos e 8 fêmeas de animais de sela e equinos montados, com qualidade genética para se tornarem garanhões e matrizes no circuito nacional. Em média, o valor animal saiu  a R$ 10.158,54.  O lote mais valorizado da noite foi o cavalo ASTRO H.D, arrematado por R$ 25.000,00.  Já a fêmea MARABA LAIS foi negociada por R$ 20.880,00, sendo a segunda melhor cotada.

Em 2019,  o trabalho do Marchador da Serra  conseguiu fidelizar o público e atrair novos criadores, segundo o criador  Alexandre Gomes de Barros. “Quando há um comércio forte e de qualidade, começa a  fincar raiz. Foi uma edição bonita, em um novo formato, na qual conseguimos  formar  nosso próprio público e registrar compras de clientes e novos criadores”,  atentou Barros.

A seleção genética Marchador  da Serra buscou aparelhar a tropa às genéticas de campeões que estão movimentando o comércio da raça. O criador Gustavo Monteiro, do Haras Monteiro de Pernambuco, destacou a importância do mercado interestadual da raça.

“O mercado é muito interligado, nos permitindo trazer filhos do Elfo do Porto, que é o melhor garanhão do Brasil por seis anos seguidos. A genética do País é muito interligada, principalmente no nordeste região destaque  na marcha picada e celeiro de grandes animais”,  apontou Monteiro.

Com a experiência positiva do remate, os promotores  confirmam a quarta edição e anunciaram novos projetos para a raça. “Junto com a Associação dos Criadores Alagoas estamos estudando o projeto de um leilão a cada quatro meses,  colocando em vitrine todas as raças da pecuária alagoana, sendo cada edição em um município diferente”, revelou Alexandre Gomes.

Fonte:
Link de acesso: