HOME
QUEM SOMOS
RESULTADOS
CADASTRO
NOTICIAS
CONTATO


3º Leilão Vale Rico fatura R$ 6,3 mi e bate o recorde do ano
2018-12-11 10:02:39

Diante de uma multidão no recinto de leilões da Vaquejada do Milhão, no Pilar/AL,  o 3º O Leilão Vale Rico, realizado pelo criador Cícero Andrade, no sábado, 8,  consolidou-se como maior leilão do ano do quarto de milha de vaquejada gerando a receita de R$ 6.372.000,00. Em cerca de cinco horas de leilão, com o trabalho de três leiloeiros, 51 lotes foram negociados.

A tropa milionária consolidou a craque de vaquejada SUPREMA DASH entre as mais valorizadas do esporte na temporada, sendo comercializada por R$ 1,.011.600,00 ao cantor e criador Wesley Safadão em condomínio com o quartista Ricardo Mendes, de São Paulo.

A maior praça do QM de vaquejada de 2018 também alcançou a média de R$122.500,00 entre os lotes; faturou R$ 81 mil  por cada embrião negociado e  arrecadou R$ 124.800,00 para as vendas de coberturas do garanhão Diego Steel.

Em termos de crescimento no faturamento, o leilão registra 50% de aumento em relação a edição passada. Os números, segundo o leiloeiro Aníbal Ferreira,  impressionam os especialistas. “O Leilão Vale Rico já nasceu grande pelo que tem proposto à vaquejada com suas verdadeiras em forma de equinos. Não temos mais um leilão,  temos um grande evento nacional de fomento à raça obrigatório à todo criador”,  definiu o leiloeiro  que  percorre o Brasil inteiro na função.

Com um cardápio completo  em tropa de vaquejada de resultado, o Vale Rico levou ao tatersal o melhor do plantel nacional com a genéticas  provadas de Don Diego Bars, Diego Steel, Roxão, Apolo VM, Holland Ease, Throwin a Fit,  Eternaly Fred, Rick Toro

Força

Mostrando o que o quarto de milha é capaz, o Leilão Vale Rico, “abalou as estruturas do mundo da vaquejada”.   O remate junto a Vaquejada do Milhão uniu criadores de Minas Gerais, São Paulo,  Rio de Janeiro e Pará, além do Nordeste. “O leilão prova mais uma vez a força do quarto de milha e onde a vaquejada pode chegar com seu apelo socioeconômico. É uma realidade a produção dessa indústria  e seus impactos na  inclusão social tal qual sua tal qual sua importância. A vaquejada está na alma do povo Nordestino”, completou.

Para Rodrigo Loureiro, criador e diretor da Agreste Leilões,  a valorização social e econômica do esporte vaquejada com a maior venda do ano coloca o esporte e QM  no lugar que merece. “O Brasil esteve de olho em Alagoas nos últimos dias. Isso se explica pela qualidade superior que esse plantel tem pela competência que tanto nos orgulha. Nesse momento, automaticamente, inaugura-se um criatório e um leilão de referência nacional”,   declarou Loureiro.

Fonte:
Link de acesso: