HOME
QUEM SOMOS
RESULTADOS
CADASTRO
NOTICIAS
CONTATO


Touro ceipado valoriza 14% no 3º Leilão Nelore CEIP Alagoas
2018-10-02 10:39:45

A procura pela genética CEIP tem aumentado em Alagoas. Com a oferta de animais melhorados geneticamente e preparados para produzir carne no mercado da pecuária, o 3º Leilão Nelore CEIP Alagoas foi um sucesso em liquidez de negócios, no sábado (29), na Fazenda Mato Grosso II, em Porto Calvo.

Durante o remate, o touro ceipado teve valorização de quase 14% em relação ao ano anterior, chegando a ser comercializado num valor médio de R$ 7.430,00. O leilão voltado para produtividade genética, ofertou mais de 340 animais e movimentou quase R$ 950 mil em negócios.

A prateleira de ofertas desse ano aumentou e fez com que o remate crescesse em mais de 100%. O lote de destaque foi para as novilhas para recria que bateu R$ 45 mil em comercialização.

“Quem tem gado nelore está buscando produtividade. E a casa cheia é a prova do sucesso do nosso trabalho, que é baseado em números. Pensamos em produção de carne diferenciada, com peças mais valorizadas que agregam valor no animal”, afirma Thiago Tenório, um dos promotores do leilão.

Para o criador Alexandre Lins, que sempre prestigia o leilão, o Nelore CEIP já é referencia no calendário da raça nelore de Alagoas e no Nordeste. “O animal não tem problema nenhum em se adaptar à fazenda e temos 100% de aproveitamento. Os criadores ceip são referência  e ofertam um gado que é provado no campo”, acredita.

Durante o evento, foi lançada a carne Boi de Engenho, que já está sendo comercializada no mercado local alagoano. O butcher Marcelo Bolinha participou do lançamento e fez um workshop de demonstração de cortes da nova marca. “Essa é uma novidade para o mercado. Estamos oferecendo nas gôndolas dos supermercados uma carne melhorada geneticamente, trazendo para o consumidor final qualidade”, destaca Victor Gonçalves.

O leilão Nelore CEIP Alagoas foi realizado pelos criadores Ronaldo Cunha (Nelore Minas), Thiago Tenório (Fazenda Ocidente), Victor Gonçalves e Elmano Machado (Grupo Investnor). 

Fonte:
Link de acesso: