HOME
QUEM SOMOS
RESULTADOS
CADASTRO
NOTICIAS
CONTATO


Seminário Proleite comemora 20 anos de atividades em Alagoas
2017-10-05 14:16:54

Evento é referência em conhecimento científico para cadeia do leite

Mais que um ciclo de palestras anual. O Seminário Proleite, promovido gratuitamente pelo Senai/AL,   é a casa oficial do produtor  de leite e laticinista durante a Expoagro/AL. Nessa edição, o  evento completa  20 anos renovando compromisso com assistência em conhecimento técnico à cadeia produtiva do leite, nos dia 26 e 27 de outubro, com quase 72 horas de atividades.

Na estrada desde 1997, o evento nasceu com a proposta  de tornar a cadeia do leite madura, responsável e competitiva. O que deu certo. O Proleite tem ajudado a transformar a realidade produtiva de 6 mil produtores e 32 indústrias de laticínios em Alagoas. Só em atividades expositivas, variando entre dois e três dias de evento, foram realizadas cerca de 250 palestras proferidas por profissionais do agronegócio, medicina veterinária e engenharia de produção .

Segundo o diretor do Senai/AL, Marben Loureiro, o foco sempre foram  temas  ligados a tecnologia, manejo e políticas públicas para o setor produtivo. “No campo científico, sempre se buscou oferecer o que há mais atual no mercado do leite, além de atender os gargalos da produção e soluções na lida com o gado leiteiro. Um evento integrador, necessário à nossa realidade, que ajuda a estruturar a cadeia”, avaliou.

A edição de 20 anos do Proleite tem  seu grau de importância para entidades como o Sindicato dos Laticinistas de Alagoas (Sileal), Cooperativa de Produção leiteira de Alagoas (CPLA), Sindicato Rural do Produtores de Leite (Sindleite) e Sebrae/AL. As entidades ajudam a  formatar a cada ano  o perfil de palestras de acordo com indicações de temáticas sobre as tendências do mercado, soluções produtivas e  inovações competitivas.

O  presidente do Sielal, Arthur Vasconcelos, que participa desde a 1º edição, define como substancial a existência do Proleite para o engajamento das indústrias,  principalmente com o Concurso Lácteo, que também faz parte das atividades do Proleite. “Nos atualiza em diversos assuntos e nos traz novas tecnologias de produção, de tendência e inovações. Nos motiva a fabricar produtos cada vez melhores. É um desafio para as indústrias de laticínios melhorar a cada ano e ser mais competitivas no Concurso”, declarou Vasconcelos.

No campo dos produtores e agricultores, a CPLA e Sindileite, enfatiza a destreza do Programa de preparar seu público para enfrentar os desafios da ciclo produtivo seja no campo ou na indústria. “Os produtores são muito agradecidos pela riqueza em conhecimento proporcionada em todas edições. O seminário supre parte da carência e é no Proleite que os produtores além de informações produtivas, encontram força para crescer no campo”, frisou Aldemar Monteiro, presidente da CPLA.

André Ramalho, presidente do Sindileite, ressalta a preocupação da Casa da Indústria e Senai/AL,  em considerar as demandas das Entidades. “Produtores e a indústria são muito agradecios pela experiência positiva ao longo desse ano. O Proleite é um espaço democrático que leva em conta as preocupações dos integrantes da cadeia com a sugestão de temas sempre relevantes”, pontuou.

Em seus 20 anos de história, até chegar a Expoagro em 2010,  o Proleite viveu diferentes fases com edições em Maceió, Batalha e Major Izidoro. O evento começou com a oferta de 15 palestras em três dias de eventos, sendo um para o produtor de leite, outro para laticínios e o terceiro exclusivo para políticas públicas e legislação. Este ano, nos dias 26 e 27, a estrutura do Proleite será erguida na Expoagro com 16 palestras para um público estimado em 300 pessoas. As inscrições são limitadas e tem início no dia 16 de outubro.

Fonte:
Link de acesso: