HOME
QUEM SOMOS
RESULTADOS
CADASTRO
NOTICIAS
CONTATO


Alagoas aumenta a produção de grãos e prevê safra recorde
2015-04-29 14:22:14

Maria Barreiros e Abides de Oliveira

 O aprimoramento tecnológico do produtor rural e o interesse do setor em duplicar a produção são alguns fatores que irão contribuir para o aumento da safra de grãos de milho em 2015. Outra novidade é a retomada do plantio de soja no Estado. Os dados foram confirmados por meio de um levantamento que a Secretaria de Estado da Agricultura, Pesca e Aquicultura (Seapa) finalizou na última semana. Tendência é de recorde de safra este ano.

 Atualmente o estado de Alagoas não produz grãos suficientes para o consumo local, que é de mais de 450 mil toneladas. Para suprir a necessidade da população, é necessário importar grãos de estados como Bahia, Sergipe, Goiás e Mato Grosso.

 O governador Renan Filho e o secretário da Seapa, Álvaro Vasconcelos, querem viabilizar uma política pública autossustentável. Desta forma, com o incentivo e mobilização junto aos produtores rurais, a estimativa é de uma colheita de, ao menos, 100 mil toneladas. O que representa um número três vezes maior se comparado ao ano passado, quando foram produzidas apenas 25 mil toneladas do produto.
Soja

Segundo o superintendente de Desenvolvimento Agropecuário da Seapa, Hibernon Cavalcante, o ressurgimento do grão é uma boa notícia para a agricultura de Alagoas. “Já temos indicativos de pessoas interessadas, principalmente, o médio produtor, que deseja plantar esse grão. Atualmente a soja está com cotação internacional excelente,” diz.

 O plantio do grão deve acontecer na segunda quinzena de maio ou primeira quinzena de junho.

 “A determinação do governador Renan Filho é de realizar a diversificação de culturas, principalmente, nas áreas de renovação de cana de açúcar”, diz o secretário Álvaro Vasconcelos.

 O superintendente de Desenvolvimento Agropecuário diz ainda, que o feijão ainda deve ter um crescimento significativo este ano. Os números da safra ainda estão sendo levantados.

Fonte:
Link de acesso: